pexels-photo-38674.jpg

 

Hoje em dia existe um modelo feminino em crescimento :

As Santas.
A santidade que paira no ar é sufocante.
Ao escrever sobre ela ( A Santidade ), caio sempre no mesmo : Quem me lê, pensa que eu estou a olhar de fora, com um ar de superioridade , de quem é realmente santo (a).
De santa nada tenho, nem pretensões a ser . Mas não quero deixar de escrever sobre este novo modelo feminino de santificação.


A Maria, tem um longo relacionamento. Esperta, decidiu que o manteria a todo o custo, em conjugação com todas as loucuras que queria fazer na vida .
Primeiro, porque a beleza não é eterna e quando passasse a melhor fase feminina, aquilo que conseguiria de um homem, seria uma mera sombra masculina pendurada numa bengala – segundo – porque apesar de toda a liberdade de pensamentos e valores, a imagem na sociedade e a segurança de uma ‘rede’ emocional em momentos como o Natal e outros tantos momentos de vazio social e profissional, a faziam recuar cada vez que pensava ou equacionava a ideia de os viver sozinha.
E por ultimo : A liberdade quando é dada sem limites, é nos oferecida obrigatoriamente sem esses limites.
Assim, aprendeu a fazer algo simples:

Dar ao homem aquilo que ele tanto deseja : A liberdade.
E os homens , ficam felizes e muito agradecidos. Essa mulher, sobe mais um degrau na escada da santificação.
Enquanto nas vestes de santa ela se esconde, o homem vai cometendo as loucuras que a ‘liberdade’ lhe permite e cada loucura que comete , mais a consciência o obriga a subir um degrau da gloriosa escada, caminhando para a santificação eterna da mulher que lhe deu a hipótese de as cometer e que com todo o empenho e devoção, o vai convencendo que aquilo que ele faz com a liberdade dele, ela nunca fez ou fará. E consegue.
A mulher não chateia, não o estrangula, não grita, não chora.
É tão bom….
Só que um dia, quando ele dá por isso, está tão preso á santidade dessa mulher, que não tem coragem, nem visão(do mundo) para ver debaixo das vestes imaculadamente brancas …Mas tão transparentes para o mundo.

.
‘Liberdade além do limite, é prisão eterna ‘

 

Paula Gouveia 2015

Anúncios

Mãe, Mulher, Empresária. Simplesmente Eu e as palavras, que me aquecem a alma e me fazem sorrir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: